14 de julho de 2024

30 de janeiro de 2024

Inema realiza operação em Cairu e encontra madeira ilegal em serraria

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia esteve na Apa das Ilhas de Tinharé e Boipeba.

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) realizou no período de 23 a 27/05 mais uma edição da ‘Operação Municipalizada’, desta vez no município de Cairu, abrangendo a Área de Proteção Ambiental (APA) Ilhas de Tinharé e Boipeba, numa articulação entre as Diretoria de Fiscalização (DIFIS) e Unidade de Sustentabilidade e Conservação (DISUC).

A operação teve por objetivo intensificar as ações de prevenção, sensibilização e fiscalização na APA, garantindo os procedimentos já rotineiros de levantamento de demandas existente no órgão bem como a elaboração de uma matriz de demandas levantadas e oitivas com as comunidades locais visando o trabalho de fortalecimento entre as instituições, associações locais e o Inema.

As ações de fiscalização ocorreram com a participação de três equipes de campo, sendo uma urbana e duas rurais que contaram com o apoio da Polícia Militar (PMBA).

Foram fiscalizadas situações de extração de minério, supressão de vegetação, queimadas, esgotamento sanitário, resíduos sólidos, aterramento de Áreas de Proteção Permanente (APP’s), contaminação de rios e lagoas e outras.

Na ação, uma serraria foi interditada em função de flagrante de uso de madeira nativa, sem comprovação de origem, proveniente de importante remanescente florestal existente na região, além de notificações para regularização de atividades e empreendimentos nas ilhas.

A reportagem publicada pelo Inema não cita a presença do Secretário Municipal de Desenvolvimento Sustentável de Cairu, Ivã Ferreira de Amorim, nem menciona se a visita teve o acompanhamento de equipes da Prefeitura. O texto só informa que o município receberá o relatório para que tome as providências sobre o que foi encontrado nas áreas de proteção ambiental inspecionadas.

A operação contempla ainda a devolutiva das questões analisadas pelo Instituto em campo para o Poder Público Municipal, Conselho Gestor da APA e Ministério Público, para que todos tenham ciência das ações desenvolvidas e devidos encaminhamentos.

 

Inema
Deixe uma resposta