14 de julho de 2024

30 de janeiro de 2024

Na Espanha, Jerônimo conhece tratamento revolucionário contra o câncer e negocia o uso da tecnologia na Bahia

 

 

Considerada uma das maiores revoluções da ciência no combate ao câncer, o tratamento com terapia celular chamado de Car-T Cell foi apresentado ao governador Jerônimo Rodrigues, em Barcelona, na Espanha. Em visita à Universidade e ao Hospital das Clínicas de Barcelona, na manhã desta segunda-feira (25), o governador, acompanhado de comitiva baiana, se reuniu com médicos e pesquisadores do método revolucionário e já iniciou tratativas para que a Bahia possa participar de transferência de tecnologia e da aplicação do tratamento.

A terapia é direcionada especificamente aos chamados cânceres hematológicos. Leucemia, linfomas e mielomas são os tipos de maior recorrência. Em linhas gerais, o tratamento utiliza células de defesa do próprio paciente, os linfócitos T, que modificadas geneticamente para combater a doença. Após serem modificadas, essas células são chamadas Car-T, por isso o nome dado ao tratamento.

“O hospital já desenvolve, de forma avançada, o tratamento Car-T Cell, e nós viemos aqui, hoje, ver a possibilidade de levar esse tipo de serviço para o estado da Bahia. A partir de março, em parceria com as universidades estaduais e federais, já haveremos de fazer um termo de cooperação técnica para que isso possa acontecer na Bahia”, afirmou o governador.

Chefe do setor de terapia celular do hospital, o pesquisador e médico Álvaro Urbano apresentou a pesquisa e destacou os resultados promissores que o tratamento tem apresentado em pacientes com diferentes tipos de cânceres hematológicos: “é o tratamento do século XXI. Consiste em aumentar muito, em cerca de 90%, as atividades contra o câncer”.

O brasileiro Marco Aurélio Salvino acompanha os estudos e a aplicação da Car-T Cell na Espanha. Professor da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e coordenador de pesquisas com terapia celular no Brasil, ele destaca que é a primeira vez que um governo estadual brasileiro busca ativamente a parceria e possível cooperação com a iniciativa.

“Aqui, em Barcelona, é o modelo, talvez, mais importante do mundo, um modelo de terapia celular pública que deu certo. Hoje, na Espanha, praticamente quem tem necessidade de tratar com terapia celular tem acesso. É a maior revolução contra o câncer hematológico. Mas, infelizmente, é de muita complexidade, muita tecnologia e um alto custo. E é muito, muito, bacana que o governador da Bahia esteja buscando alternativas. Diferente de outros estados, onde não há nenhuma iniciativa de um governador. Isso, de fazer uma busca ativa do próprio governador, é exemplar”, avaliou Marco Aurélio.

Ainda no local, a comitiva baiana, liderada pelo governador, se reuniu com o diretor-geral do Hospital das Clínicas de Barcelona, Josep Maria Campstol. O gerente reforçou e avaliou como de “grande potencial” a cooperação com o governo baiano.

Além do governador, a primeira-dama do Estado, Tatiana Velloso; o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico (SDE), Ângelo Almeida; e o superintendente de Atração e Desenvolvimento de Negócios da SDE, Paulo Guimarães, participaram desta agenda. Também acompanhou os encontros uma delegação baiana do Senai/Cimatec, formada por Walter Pinheiro, relações corporativas e governamentais; Leone Andrade, diretor de Tecnologia e Inovação e reitor do Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia; e José Luis Gonçalves de Almeida, gerente executivo e coordenador de programas.

Deixe uma resposta