9 de agosto de 2022

VALENCIANO ADRIANO PEREIRA ELEVA O NOME DA CIDADE NA BAHIA

Eleito como vice-presidente do Conselho Estadual de Cultura da Bahia, ele participa da Feira de Novos Autores Baianos promovida pela Mil Produções Artísticas, em parceria com a Fundação Pedro Calmon, Secretaria Estadual de Cultura / Governo do Estado da Bahia e apoio da Secretaria Especial de Cultura do Governo Federal (Ministério do Turismo).

0 125

 

Eleito ontem vice presidente do Conselho Estadual de Cultura da Bahia, o poeta valenciano Adriano Pereira participa hoje, a partir das 17 horas da Feira de Novos Autores Baianos representando a cidade de Valença e o território do Baixo Sul.

A Feira, que acontece de 28 a 30 de maio, será aberta hoje, de forma virtual, com transmissão ao vivo e pode ser acompanhada pelo youtube no canal da Mil Produções Artísticas. A programação conta com a apresentação de 31 autores baianos, representando os seis macroterritórios da Bahia, roda de conversa com editores independentes, feira de livros de editoras baianas, e a participação de escritores baianos integrantes da Academia de Letras da Bahia e da Academia Brasileira de Letras.

“Ao ser convidado, seguindo a máxima do escritor Leon Tolstói, quando afirma ‘cante a sua aldeia e será universal’, optei por poemas escritos na cidade de Valença e que destacam nossas belezas e histórias. Quem assistir ao sarau hoje poderá ver o poema “Canção Valenciana” de minha autoria, que também já foi publicado na coletânea “Às margens férteis do Rio Una”, lançada pelo IFBAiano Valença. O poema, que inicia homenageando nossas queridas Marias do Mingau e do Beiju, será apresentado numa belíssima versão em vídeo com imagens da cidade e produção assinada pelo jovem valenciano Daniel Correia, da SV Produções. Já no áudio book, o poema ‘Memórias do Amparo’, ganhou força com a voz do nosso poeta Otávio Mota. É uma singela homenagem à nossa cidade. Espero que gostem” – declarou Adriano.

Os 31 autores selecionados pela curadoria da Feira dos Novos Autores Baianos indicaram uma de suas obras para ser publicada em uma coletânea digital, que será lançada durante o evento nos formatos e-book e audiobook, e participarão de sarau on-line.

Para o audiobook, as 31 obras são interpretadas por atores e atrizes do mesmo macroterritório do autor.

No encontro entre editores, a proposta é aproximar novos autores e o público interessado à dinâmica do setor. Este será o momento de traçar um panorama sobre o mercado editorial local, a partir da apresentação das linhas editoriais e os nichos de atuação. Haverá também um bate-papo sobre temas como a cadeia produtiva do livro, políticas para o segmento, tendências e desafios.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.