18 de abril de 2024

30 de janeiro de 2024

O ‘MEMORIAL AMPARO’ CONVIDA A TODOS PARA PARTICIPAREM DOS FESTEJOS A NOSSA SENHORA DO AMPARO, PADROEIRA DE VALENÇA, 2023

Por Paulo Vitor Souza da Luz.

 

 

Já é sentido o clima da festa. Clima este que nada mais é do que a expectativa dos devotos e devotas de Nossa Senhora do Amparo por mais um ano de festa.

Expectativa de subir novamente a Colina Sagrada daquela que guarda a cidade de Valença-BA há quase trezentos anos. Uma trisecular devoção que transformou a colina da Rainha de Valença não só como um lugar sagrado, mas também como um lugar de memórias. Memórias que são revisitadas e acrescidas anualmente a cada experiência de subir a ladeira do Amparo. Memórias da igreja iluminada pelas lâmpadas incandescentes; memórias das novenas; memórias das barracas; memórias dos parques; memórias das lavagens; memórias das levadas; memórias das misturas rítmicas da ladeira; memórias das pipocas, dos algodões-doces e das maçãs-do-amor; memórias dos camelôs; memórias das missas dos operários; memórias das procissões; memórias das bandeirolas e dos confetes; memórias das despedidas de Nossa Senhora.

Enfim, são tantas memórias que fazem com que a festa de Nossa Senhora do Amparo tenha significados que só podem ser vívidos e sentidos enquanto se festeja. É a festa do Amparo, é a Festa dos Operários, é a Festa do Encontro, é o Círio do Baixo Sul da Bahia.
Considerada Patrimônio Cultural Imaterial do Município de Valença pela Lei Municipal Nº 2.524/2018 e complementada pela Lei Municipal Nº 2.721/2022, a festa de Nossa Senhora do Amparo é mais antiga que a própria oficialização de Valença enquanto cidade. Uma devoção na região que é datada do século XVIII e que ao longo dos anos traz consigo uma marca identitária do povo valenciano: os seus modos singulares de festejar a padroeira.

Neste ano de 2023, de 29 de outubro a 08 de novembro, todos os caminhos levarão ao alto da Igreja de Nossa Senhora do Amparo. Neste período, a cidade de Valença-BA se torna palco de uma das mais importantes expressões culturais do Estado da Bahia. A cidade se transforma ao ponto de contagiar todas as regiões circunvizinhas.

A Festa do Amparo, sem dúvidas, é uma emoção, como bem descrito no hino. Emoção esta que há anos extrapolou os limites do município de Valença e, por aclamação popular, Nossa Senhora do Amparo é hoje considerada Rainha do Baixo Sul.

O dia da cidade de Valença-BA é o 10 de novembro, mas na práxis é no dia 08 de novembro que a cidade fica em festa. O Dia Maior! Dia de acordar às 05h da manhã com a alvorada festiva no alto Amparo e em quase todos os bairros da cidade. Dia de subir descalço para a tradicional Missa dos Operários e acompanhar a tão esperada coroação da imagem da Padroeira de Valença. Mas êxtase total deste dia está na procissão. Em uma experiência simbólica, mas muito significativa, Nossa Senhora do Amparo desce no ombro de seus devotos e devotas para visitar sua cidade. No percurso, uma apoteose da fé. Valença literalmente para dia Oito.

Que a Festa de Nossa Senhora do Amparo seja celebrada com os devidos respeitos. Respeito às expressões culturais; respeito às tradições populares; respeito às religiosidades do povo; respeito à fé. Que não deixemos a Festa do Amparo perder sua essência e sua identidade.

Historicamente, a Festa do Amparo sempre foi uma celebração do povo valenciano e assim será. A Festa do Amparo é o nosso patrimônio, a nossa história!

E enquanto seguimos na expectativa da chegada da festa, convido você a visitar o MEMORIAL AMPARO. Trata-se de um acervo digital o qual reúno uma série de documentações sobre a devoção a Nossa Senhora do Amparo e o festejos que ocorrem em Valença/BA. O repositório institucional visa criar um espaço de consulta pública aos interessados em conhecer mais sobre a devoção e a festa. Lembrando que você também poderá contribuir para a construção do acervo enviando fotografias, vídeos, textos, ou quaisquer outros arquivos pessoais ligado a festa e devoção através da aba “seja um colaborador” no site do memorial.

Acesso o Memorial Amparo => http://nossasenhoradoamparovca.blogspot.com

Ao povo valenciano e regiões, uma feliz Festa do Amparo! Viva a Padroeira de Valença! Viva Nossa Senhora do Amparo!

Paulo Vitor Souza da Luz
Professor / Historiador

 

SOBRE O AUTOR:

Paulo Vitor Souza da Luz


Mestrando pelo Programa de Pós-Graduação em História do Atlântico e Diáspora Africana, da Universidade Estadual de Santa Cruz (PPGH-UESC). Graduado em Licenciatura em História pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Departamento de Ciências Humanas – Campus V. Possui experiência na área da História Cultural e Social. Pesquisa festas populares na Bahia, com ênfase em religiosidades e Música Popular Brasileira na Ditadura Civil-Militar, com ênfase no trabalho da intérprete Maria Bethânia. É curador do projeto “Memorial Amparo”, que reúne um acervo digital em torno da devoção a Nossa Senhora do Amparo na cidade de Valença- BA. Tem experiência como fomentador cultural no município de Valença-BA, com desenvolvimento de projetos e eventos para Valença e região do Baixo Sul da Bahia. Recebeu uma Moção de Aplausos pela Câmara Legislativa de Valença-BA por sua participação em uma obra literária em homenagem aos 50 anos de carreira e 70 anos da cantora Maria Bethânia.

 

Deixe uma resposta