14 de julho de 2024

30 de janeiro de 2024

MP recomenda suspensão do São João de Wenceslau Guimarães

Valença, ao que parece, não corre esse mesmo risco. Saiba porquê.

 

Mais um município da região do Baixo Sul pode ter os festejos juninos cancelados por intervenção do Ministério Público da Bahia – MPBA. A recente atuação recai sobre a cidade de Wenceslau Guimarães, que nessa sexta-feira, (10), recebeu recomendação para que cancele a realização do “São João do Sessentão” já anunciado pela Prefeitura.

A recomendação, dessa vez, veio com um pouco mais de antecedência em relação às datas do evento, o que não aconteceu em Teolândia, cuja população foi surpreendida, às vesperas, por uma decisão judicial, em atendimento ao MP, que suspendeu a Festa da Banana.

De acordo com o MP, o valor investido no evento é incompatível com a capacidade financeira da cidade. Estima-se, conforme apresentado pelo prefeito do município, um gasto equivalente a cerca de R$700 mil, sendo que a cidade ainda está em estado de emergência por causa das fortes chuvas ocorridas em dezembro de 2021.

O MP deu um prazo de 48 horas para que o prefeito cancele o evento ou entrará com uma ação civil pública contra o gestor e a Prefeitura.

Em entrevista a uma emissora de rádio de Gandu, o prefeito Kaká falou que vai se manifestar juridicamente para tentar manter os festejos, mas, se juíza seguir a recomendação do MP, ele vai cumprir a lei e a comemoração junina será cancelada. Ele destacou que Wenceslau Guimarães tem condições financeiras para realizar o São João e que se antecipou procurando o Ministério Público para comprovar isso.

A decisão ficará por conta da juíza da comarca de Wenceslau Guimarães, a mesma que acatou a decisão dos promotores para suspender a Festa da Banana em Teolândia.

Em Valença, o São João segue sendo organizado mais tranquilamente, uma vez que o prefeito Jairo Baptista publicou decreto no dia 30 de maio interrompendo o estado de emergência.

Deixe uma resposta