29 de fevereiro de 2024

30 de janeiro de 2024

Hospital Regional do Baixo Sul foi anunciado desde o PGP

Então canditato, Jerônimo se comprometeu com proposta, mas prefeitos do Baixo Sul tentam boicotar a instalação em Valença.

 

O Hospital Regional Costa do Dendê foi a prioridade número 1 do PPA Participativo, que aconteceu na última terça-feira (21) e reuniu representantes dos municípios. O nome é apenas fictício, mas o sonho é tão grande, que se quer logo materializar, e até imaginar o letreiro institucional com o nome simbólico bem luminoso dessa realidade, recebendo pacientes e salvando vidas.

Nas discussões do Baixo Sul, desde o PGP – Programa de Governo Participativo – do então candidato Jerônimo Rodrigues, em abril de 2022, o Hospital Regional está mais que indicado para ser instalado no mandato do agora governador, no município sede da região, que é Valença. O governador acatou a proposta e anunciou, na ocasião do comício, que fará o hospital regional em Valença. Na época, todos ouviram, aplaudiram, comemoraram.

Na Bahia, temos 27 territórios de identidade e essa divisão é uma estratégia de Estado para implementação de políticas públicas que considerem as especificidades de cada canto da Bahia. No planejamento das ações, são consideradas as vocações e características para as definições de investimentos, além de ouvir a população, desde a pré-campanha (com o PGP) até o governo (com o PPA).

De Wagner pra cá, o Estado está desenvolvendo projetos do ponto de vista dos territórios, pensando em atender a maior quantidade de pessoas num menor custo. Assim, surgiram as policlínicas regionais, o Bahia Produtiva, os centros de educação profissional, etc.

Mas o que está acontecendo depois que Jerônimo ganhou as eleições e assumiu o governo? Algumas fontes deixaram vazar que, nos bastidores, alguns prefeitos do Baixo Sul estão boicotando a instalação do hospital regional em Valença.

Pasmem! É isso mesmo! A informação é que a corda está sendo puxada para outro lado (contra Valença e a favor da construção em outras cidades). Nessa quedinha de braço birrenta e infrutífera, o Baixo Sul continua sendo um dos únicos territórios de identidade da Bahia ainda sem hospital regional. Estamos, salvo engano, ao lado apenas do Vale do Jequiriçá, que também ainda não tem e é aqui ao lado.

Não é à toa que, nesses dois territórios, a base governista não teve uma boa votação. Por quê?
Será que o problema é a mentalidade da nossa gente daqui? Será que as lideranças locais, em nome de suas vaidades e de disputas locais irão atrasar mais ainda a PRIORIDADE NÚMERO 1 do PPA Participativo?

1 comentário
  1. […] uma matéria no site de Luana Figueiredo que alguns prefeitos do Baixo estão querendo desviar nosso hospital pra eles, tirando a […]

Deixe uma resposta