22 de maio de 2024

30 de janeiro de 2024

Deputado Federal João Leão propõe Plano legislativo para recuperação do Rio Grande do Sul

 

 

O deputado federal e ex-vice-governador da Bahia, João Leão (PP), propôs nesta terça-feira (7), em reunião da Bancada dos Progressistas na Câmara dos Deputados, um plano legislativo para socorro do estado do Rio Grande do Sul. Na ocasião, o parlamentar solicitou um aporte de R$ 2,97 bilhões para o início da reconstrução da infraestrutura urbana, rodoviária, de equipamentos públicos (escolas, hospitais, praças e órgãos) e de moradia das vítimas das fortes chuvas que atingiram o estado. Segundo Leão, os recursos viriam de duas formas:

1) Destinação de R$ 5,0 milhões de emendas paralmentar individuais de cada integrante do Congresso Nacional, 513 Deputados e 81 Senadores, sendo R$ 2,5 milhões remanejados das emendas de 2024 e mais R$ 2,5 milhões das emendas de 2025, totalizando-se R$ 2,97 bilhões; e

2) Destinação de R$ 2,97 bilhões originados dos R$ 5,6 bilhões das emendas de Comissões na LOA 2024 que, atualmente, encontram-se vetados.

Ainda de acordo com o deputado, essa discussão atravessa as fronteiras estaduais e se torna um assunto de relevância nacional, antigindo todos os espectros políticos e apela para uma união na resolução do grave problema: “Gostaria de propor à bancada um plano de restauração do estado do Rio Grande do Sul. Pedindo ainda, um esforço coletivo, independente de orientação política e ideológica, em torno dessa tragédia nacional. Esse caso não se traduz apenas em âmbito estadual, mas no Brasil como um todo. Por isso, peço que os Congressistas se
empenhem em disponibilizar R$ 5 milhões de suas emendas para a reconstrução do Rio Grande do Sul”.

O deputado João Leão salientou ainda que as ações de reconstrução e reestruturação do estado poderiam contar com o apoio das Forças Armadas, mais precisamente do Exército.

Leão relembrou a parceria com o 4ª BEC – Batalhão de Engenharia do Exército Brasileiro, nos projetos estruturantes ocorridos no município de Barra/BA, onde os militares participaram da construção de moradias, infraestrutura urbana, rampagem e revitalização das margens do Rio São Francisco, abrindo espaço para a nova fronteira agrícola que está em desenvolvimento no município do oeste baiano: “Quero pedir também, que possamos incluir o Exército brasileiro na recuperação daquele estado. Sempre tive o maior apreço por essa instituição e, com o apoio do 4ª BEC (Batalhão de Engenharia do Exército), conseguimos implementar projetos estruturantes no Médio São Francisco, no município de Barra, Bahia. Acredito que com a expertise dos profissionais militares, podemos ter grandes resultados no socorro ao Rio Grande do Sul”, finalizou.

Deixe uma resposta