13 de julho de 2024

30 de janeiro de 2024

Prefeitura comprova aos caçambeiros que está em dia com empresa

Donos de veículos que prestam serviço para empresa contratada pela Prefeitura de Valença fizeram protesto ontem fechando a rua onde fica a sede do governo municipal.

 

Ontem uma manifestação aconteceu em frente ao Palácio Rui Vinhas, sede da Prefeitura de Valença.

A cidade amanheceu com as imagens que circulavam pelas redes sociais de uma fila de caçambas estacionadas fechando a rua.

A reivindicação era o pagamento pelos serviços prestados à empresa Central Serv, que tem contrato com o município de locação de veículos com motorista. Segundo a imprensa, proprietários desses veículos afirmavam um atraso de 3 meses no valor devido.

O protesto tinha pauta justa, afinal, é muito difícil manter a prestação de serviço e suportar durante mais de 30 dias sem receber nada.

Ao longo do dia, a Prefeitura comprovou que estava em dia com a empresa até o mês de agosto, ainda efetuando um pagamento referente ao mês de setembro após regularidade do processo. Ou seja, pela pressão enfrentada, os ânimos foram acalmados e a situação resolvida na expectativa de garantir o retorno da rotina da recuperação de estradas rurais em Valença.

O setor responsável esclareceu a situação, que mudou de cenário.

A documentação entregue sofreu uma revisão, uma vez que havia um erro básico de comprovação, tendo pendências sanadas. Por ser uma exigência legal, só aí o pagamento saiu.

Em nota, o Governo de Valença informou que todas as notas expedidas pela empresa estão quitadas. Agora, é a empresa que deve quitar o valor atrasado aos terceirizados. Ocorre que, se há realmente uma dívida de 3 meses entre a empresa e os prestadores, alguma atrapalhação aconteceu aí.

Se não há nenhuma fatura em aberto, porque os caçambeiros estão com um atraso de mais de 90 dias?

Confira a nota da Prefeitura de Valença:

Foto: Ed Som (Chama)
Deixe uma resposta