14 de julho de 2024

30 de janeiro de 2024

Leitos de UTI Covid da Santa Casa de Valença passam a ser permanentes

Estrutura montada para tratamento de pacientes diagnosticados com o coronavírus agora atenderá pacientes em geral.

 

A estrutura que foi montada para atender pacientes com COVID-19 na Santa Casa de Misericórdia de Valença passa a atender pacientes gerais do SUS com necessidades de cuidados intensivos, fortalecendo os serviços de média e alta complexidade da unidade hospitalar de Valença.

Quatro meses após o início da pandemia, em 2020, Valença recebeu pela primeira vez na história 10 leitos de UTI e mais 10 de enfermaria clínica para garantir a pronta resposta ao agravamento das infecções. Depois, em 2021, ofertou mais 10 vagas de Unidade de Terapia Intensiva.

Com a habilitação para pacientes que necessitam de outros cuidados intensivos não relacionados à Covid-19, no total, são 10 leitos de Terapia Intensiva convencionais disponíveis para adultos na região.

A previsão é que a estrutura vai permitir também que a Santa Casa possa assistir serviços complexos relacionados à hemodinamica, cardiologia, neurocirurgia, nefrologia, hemodiálise, cirurgias de alta complexidade em ortopedia, entre outros.

Mesmo com a ampliação da capacidade de atendimento do Hospital Doutor Heitor Guedes de Melo, Valença e municípios vizinhos tem a expectativa da instalação do Hospital Regional do Baixo Sul, que possa dar conta de uma população de mais de 400 mil pessoas.

PA Covid

A Secretaria Municipal de Saúde informou em comunicado que o PA Covid, que funcionava na Rua Virgílio Damásio (Rua dos Médicos), na antiga Policlínica Municipal, agora vai voltar ao atendimento normal. A medida ocorre após queda expressiva no número de casos.

Com a decisão, o centro de referência para suporte a casos suspeitos e tratamento da doença foi oficialmente fechado em Valença após controle do vírus e baixos índices de contaminação.

Deixe uma resposta