14 de julho de 2024

30 de janeiro de 2024

O que vai ser sugerido amanhã no PGP?

Um spoiler sobre propostas que vão ser citadas.

 

Foto: Elton Andrade | Agência Andrade

 

Por: Luana Figueiredo 

Valença, a maior cidade do Baixo Sul, com cerca de 100.000 habitantes, sede da região turística Costa do Dendê e, por isso, é município estratégico na nova estrutura determinada pela ponte Salvador/Itaparica.

Portanto, um novo governo PRECISA considerar Valença como PRIORIDADE nos investimentos estruturais de cunho regional – como o HOSPITAL REGIONAL DO BAIXO SUL – para melhorar o fluxo de atendimento em Saúde.

Em Valença, existe uma estrutura pronta e ociosa que é o antigo Hotel Portal Rio Una, localizado no bairro da Graça, num ponto estratégico, em frente à Policlínica Regional de Saúde, com facilidade de estacionamento, carga e descarga de materiais, quartos que poderiam se transformar em leitos e com um cais para atracação à beira do Rio Una, podendo servir às ilhas de Cairu, recebendo lanchas com pacientes. Além disso, possui ampla recepção, salas, auditório para eventos, etc.

O Portal foi fechado há alguns meses, não funciona mais para receber hóspedes e parece ser ligado à empresa Sinart com alguma ligação ao Governo do Estado. Ali, só precisa receber os equipamentos, contratar profissionais e uma organização social para a gestão em Parceria Público Privada, com atendimento pelo Sus.

Quem sabe uma parceria como Hospital Universitário?

A cidade pólo do Baixo Sul também tem que priorizar o TURISMO como fonte de geração de renda, trabalho e emprego para a população ao construir o ANEL RODOVIÁRIO prometido pelo atual governo em sua última campanha eleitoral. Sem dúvida, uma obra de altíssimo impacto em mobilidade regional que maximize o fluxo turístico, agropesqueiro/ comercial de Valença e municípios circunvizinhos, atualmente prejudicado pela complexidade dos acessos feitos em cidades antigas, com ruas estreitas e cortadas por pontes.

Na direção do investimento turístico e criação de oportunidades qualificadas de ocupação e renda da população, viabilizar o projeto de qualificação turística do Guaibim, com obras de infraestrutura sanitária, qualificação dos espaços públicos como a Praça São José e Orla, além do paisagismo e estrutura protetiva ambiental da Apa Estadual do Guaibim.

Como desenvolvimento regional não acontece sem sustentabilidade, um ATERRO SANITÁRIO gerido em consórcio pelos municípios é outra questão essencial nessa conjuntura.

Propostas como essas impactam toda a região, uma vez que Valença é a sede de um Território de Identidade. As demandas citadas são recorrentes e com certeza irão aparecer amanhã no evento que pretende elaborar um Programa Participativo de um futuro governo, para o qual Jerônimo (PT) se apresenta como opção para comandar a Bahia a partir do ano que vem, sucedendo Rui Costa. A escola dos dois é a mesma: governar ouvindo primeiro a população que define as prioridades a partir de um processo de coleta de sugestões indicadas por quem vive a realidade nos municípios baianos.

O PGP do pré candidato a governador do Estado, Jerônimo Rodrigues, acontece neste sábado (23), às 9 horas da manhã na Associação Atlética de Valença.

Deixe uma resposta