17 de abril de 2024

30 de janeiro de 2024

ACM Neto pode amanhecer neste sábado filiado ao PSDB

Secretário Nacional do União Brasil, que é candidato a governador da Bahia, vive uma crise dentro do seu atual partido nos últimos minutos do prazo de filiação para disputa eleitoral de 2022.

 

Notícias de bastidores no fim da tarde desta sexta-feira, 1º, em Brasilia, apontam um possível processo de fritura do ex-prefeito de Salvador e atual pré-candidato a governador da Bahia, ACM Neto, dentro do seu próprio partido, União Brasil (UB).

Segundo fontes confidenciaram ao A TARDE, estaria em curso um plano do todo poderoso Luciano Bivar, presidente do UB, de impor a candidatura do recém filiado Sérgio Moro à Presidência da República.

Para se blindar de ACM Neto, cujas investidas tentam não referendar a filiação de Moro, outros integrantes do União Brasil, insatisfeitos com a movimentação do Secretário-Geral, estariam dispostos a vetar a candidatura de Neto ao Palácio de Ondina. O objetivo seria uma intervenção no Diretório Estadual e em seguida deixar o ex-prefeito sem legenda.

Todo esse enredo ganha contorno de veracidade, com o grande fato político ocorrido ainda no início da noite de hoje, em que o PSDB, através do presidente do diretório estadual, emitiu uma carta convidando ACM Neto a se filiar ao tucanato.

Pela legislação eleitoral, o candidato que pretende concorrer nas eleições do próximo dia 2 de outubro, tem até a meia noite desta sexta-feira (1°) para se filiar a um partido.

ACM era presidente nacional do antigo DEM, comandava o partido e ditava as regras, mas Bivar assumiu o UB após fusão com o PSL. De acordo com a imprensa, o ex prefeito de Salvador teria o apoio da maioria do diretório e pode conseguir as assinaturas para a impugnação da filiação de Moro, mas, o presidente é quem dá a cartada final.

 

Com informações do A Tarde
Deixe uma resposta