13 de abril de 2024

30 de janeiro de 2024

O “banho” de cuia de Wagner

Base do governo traz novo aliado para fortalecer time na Bahia. Geraldo Júnior, o presidente da Câmara de Salvador será o candidato a vice de Jerônimo.

 

Enquanto uns ficaram preocupados com a saída de lideranças políticas da base do Governador, a exemplo da ex prefeita Jucélia Nascimento, derrotada nas últimas eleições municipais de Valença, o “galego”, articulador do grupo do PT, direcionou seus esforços para fazer uma jogada, considerada como um “drible” bem importante no jogo político das eleições da Bahia.

O time foi reforçado com a vinda do presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior (MDB), que foi reeleito nesta terça-feira (29) para comandar a Casa Legislativa da capital baiana, indo para o terceiro mandato.

Ele concorreu em chapa única e foi reconduzido para o biênio 2023-2024. A eleição estava prevista para o começo de 2023, mas foi antecipada, após convocação extraordinária.

O vereador também é comunicador, apresentador na Rádio Metrópole (101,3 FM) do programa Onze em Ponto.

Neste cenário, Geraldo Júnior deixa a base do pré-candidato ao governo da Bahia, ACM Neto (União Brasil), e migra para o grupo político do governador Rui Costa (PT).

“Geraldo Júnior é peça chave nas eleições”, destacou o Senador Jaques Wagner (PT).

“Honrado por fazer parte desse time”, publicou o vereador.

Geraldo também afirmou que vai trabalhar para agregar novas lideranças fortes em Salvador para apoiar a chapa petista com importantes nomes que integram a base do prefeito Bruno Reis (União). Nos bastidores, se comenta que 10 veradores da base do prefeito da capital  seguirão o presidente do legislativo soteropolitano.

Para concorrer a vice governador de Jerônimo Rodrigues (PT), Geraldo deve se licenciar da Câmara deixando o vice, o vereador Carlos Muniz (PTB) no comando.

Com a investida, a base de Rui deixa as pipiras de lado e fisca um peixe grande, que promete chegar num cardume.

 

Deixe uma resposta