14 de abril de 2024

30 de janeiro de 2024

Lixo oriundo das ilhas e despejado na Praça da Bandeira revolta valencianos

Prefeitura de Cairu esclarece que não tem a ver com o problema, que foi "pontual".

 

Vídeo: Isaías Nascto

Hoje (23/09), vários vídeos circularam nos aplicativos de mensagens com imagens de um amontoado de sacos de lixo despejado na Praça da Bandeira, em Valença. Segundo as publicações, o lixo veio das ilhas de Cairu.

O vereador Isaías Nascto (PP) estava logo cedo registrando o ocorrido e pedindo explicações sobre quem tinha feito isso e questionando quem seria responsável pela coleta do material.

A Prefeitura de Cairu, ao tomar conhecimento, publicou um texto informando que se trata de um projeto de reciclagem de responsabilidade da Cooperativa de Catadores de Valença e de uma Associação de Boipeba. De acordo com a nota, o problema foi pontual devido a demora no recolhimento.

Confira:

Nota de esclarecimento

Em relação à algumas publicações veiculadas em redes sociais sobre resíduos recicláveis oriundos da Ilha de Boipeba, que permaneceu sem recolhimento em Valença, informamos que foi ocasionado por uma falha PONTUAL da Cooperativa de catadores de Valença que não recolheu os materiais no tempo hábil. 

O Projeto é de uma associação de Boipeba, que envia os resíduos que são retirados por uma cooperativa de Valença para serem reciclados e comercializados com empresas que compram os resíduos. 

Toda a logística (entrega e coleta) é de responsabilidade das instituições citadas acima. A Prefeitura de Cairu vai ajustar com as partes interessadas para não desembarcar mais o material em Valença. 

O projeto existe há cerca de quatro anos e tem por regra não promover poluição. Antes de embarcar, os materiais são higienizados, separados e embalados em sacos reforçados de 100 litros, fechados e identificados. 

Cairu, 23 de setembro de 2021

Prefeitura Municipal de Cairu

Deixe uma resposta