9 de agosto de 2022

Ricardo Salles é exonerado do Ministério do Meio Ambiente, a pedido

O Ministro justificou que estava sob pressão e alegou motivos familiares para deixar o comado da pasta.

0 29

Nesta quarta-feira, 23, o advogado Ricardo Salles pediu demissão ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) do cargo de Ministro do Meio Ambiente.

Salles foi ministro deste o início do Governo Bolsonaro, nomeado em janeiro de 2019, e atualmente é alvo de investigações da Polícia Federal, enfrentando um processo junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), em que é acusado de participar de um suposto esquema de desvio de madeira ilegal para países do exterior, beneficiando empresas.

O produtor de café Joaquim Álvaro Pereira Leite foi nomeado como substituto, em edição extra do Diário Oficial da União.  O novo ministro já atuava na pasta, como secretário da Amazônia e Serviços Ambientais, tendo chegado ao governo já sob a gestão de Ricardo Salles.

Em discurso breve na coletiva de imprensa, Salles disse que trabalhava seguindo orientações do Presidente da República:

“Procurando colocar em prática, a orientação que foi colocada pelo senhor presidente da República Jair Bolsonaro desde o primeiro dia de governo. Orientação essa que foi de equilíbrio entre desenvolvimento econômico e preservação do Meio Ambiente”

Desde a posse presencial, é o décimo oitavo ministro a sair do governo atual.

O Ministério da Saúde é recordista em número de trocas na atual gestão federal: foram 4 alterações no comando da pasta.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.